segunda-feira, 18 de janeiro de 2010

As tj`s e as oito características que recorrem ao controlo da mente

Os especialistas dividem-se na hora de classificar as Testemunhas de Jeová como um culto ou simplesmente uma estranha seita. Eles concordam, porém, que o grupo tem provocado danos psicológicos nos seus membros. Rick Ross, reconhecido internacionalmente como especialista em cultos e no aconselhamento psicológico na área, afirma: “Eu não considero as Testemunhas um culto – embora muitos tenham outra opinião. Ao invés, a minha forma de ver o grupo diz-me que são um grupo totalitário e destruidor que utiliza técnicas coercivas de reforma do pensamento.” Ross reconhece que nunca teve nenhuma experiência específica com ex-Testemunhas de Jeová homossexuais, mas compreende bastante bem o que elas sofrem. “Fui chamado a fazer aconselhamento em casos que envolviam as Testemunhas de Jeová (...) O grupo utiliza o isolamento, a persuasão coerciva e o medo irracional para manipular os potenciais recrutas e reter os seus membros.”

“As oito características dos cultos que recorrem ao controlo da mente”, retirada do livro Reforma do Pensamento e a Psicologia do Totalitarismo, de Robert J. Lifton. Scott aponta as áreas nas quais as Testemunhas de Jeová merecem nota máxima.

Isolamento – Os membros são separados da sociedade e proibe-se quaisquer meios de educação que possam incitar ao pensamento crítico. A organização-mãe guarda informações sobre cada recruta. Todos são vigiados.

Manipulação mística – Deus pune os “maus” membros com acidentes, acções de má vontade, perda de bens materiais, etc. Os “bons” membros serão recompensados.

Exigência de pureza – O mundo é preto ou branco, bom ou mau. A culpa e a vergonha são usadas para controlar o indivíduo. Deve-se evitar todas as coisas “más”.

Confissão – Os pecados sérios (segundo a perspectiva do grupo) devem ser confessados imediatamente. Os membros são incitados a espiarem-se e denunciarem-se mutuamente.

“Verdade” sagrada – O grupo possui a única verdade. A sua ideologia é demasiado “sagrada” para ser questionada. Os líderes do culto devem ser tratados com absoluta reverência.

Clichés bloqueadores de pensamento – Estas são expressões ou palavras destinadas a encerrar uma conversa ou controvérsia. São facilmente memoradas e reproduzidas. As Testemunhas usam bordões linguísticos como “a verdade”, “a organização-mãe”, “apóstatas” e “do mundo”.

Primazia da doutrina sobre a pessoa – A experiência humana e o conhecimento são subordinados à doutrina. Os membros só são valiosos se se conformarem à doutrina. O senso comum ou a lógica não são levados em conta.

Negação do direito à vida – O grupo decide quem tem ou não direito a existir. Os estranhos até podem ser vítimas de “pecado” por parte dos membros, nomeadamente mentiras, decepções, separação das famílias, etc., porque afinal “os estranhos não merecem existir”.


retirado partes do site http://www.gayxjw.org/portuguese/echo01port.html

Sem comentários:

Enviar um comentário

Seguidores

Pictures of Lighthouses

Acerca de mim

desassociada. readmitida. dissociada.