segunda-feira, 26 de abril de 2010

"o amor não tem fronteiras" dizia alguém hoje, esta tarde

parece um inverno
transformado num verão colorido
as mãos são as mesmas
as que embalam desertos
caminho pela fragilidade do tempo
um mundo é um deserto
que abraço
homens
mulheres
são palavras que o tempo apagou
e me devolveu
com o nome
passado
felizmente
estou viva para dizer
o passado existiu
e hoje a escolha da vida
é minha
presente
vivo o que sei
fazendo de cada dia
um olhar atento
ser melhor pessoa

Sem comentários:

Enviar um comentário

Seguidores

Pictures of Lighthouses

Acerca de mim

desassociada. readmitida. dissociada.