sexta-feira, 23 de abril de 2010

onde está a vida interior das testemunhas de jeová?

ela estava ali a olhar a montra dos sapatos esta manhã
aqui no bairro
conheço-a desde os meus tempos antigos
pertencia a outra congregação
a A. chamo-a assim
olhar sempre triste
agora inchada
gorda
não é velha mas parece ter mais 30 anos pelo menos
não sei se continua casada
provavelmente sim

...
agora faz-me mais confusão estar ligada a alguém só porque se partilha a mesma religião

nunca experimentei
mas imagino que não aguentaria durante muitos anos

a vida ensina-nos tantas coisas
...
outro momento

vi há uns dias atrás
aqui perto
um dos anciões de uma das comissões judicativas
ele a sair do carro
barriga volumosa
recordo
a mulher dele, a A. tinha uns olhos verdes bonitos e uma voz sedutora
e um sorriso malandro

eles nunca se deram bem, era o que diziam na congregação
ele tinha estado preso
ele queria ser advogado
disse-me

viviam vidas separadas

pergunto
-porque permaneceram juntos?
há coisas que me fazem muita confusão...
a mentira faz-me muita confusão

coisas simples
a A.
ela metia-se comigo por causa de um rapaz que achava que nos gostava de ver juntos
sorrio
nunca aconteceu
...
dizia
ele com barriga
sempre a senti uma mulher mal amada
vi-a num dia mais longe
mudou de passeio
não sei se me viu
quando eu era testemunha de jeová gostávamo-nos de nos falar
mas as coisas estúpidas existem
e nunca mais nos falámos
aliás, ela nunca mais me falou
não sei se me evitou desta vez
fica a dúvida
ela está magra
com um ar decrépido
infeliz
velha
velhíssima
...
há relações infeliz
sinto
mesmo quando não nos dizem que há infelicidade

há coisas profundas que não cabem na seita das testemunhas de jeová

tudo é tão anti-natural
e depois ontem também vi a mãe da R.
gorda
penso que nunca voltou a casar
não sei o que é feito da R.
era minha amiga
éramos amigas e sofremos muito quando me dessassociaram
estudávamos na mesma escola secundária
éramos duas adolescentes com imensas dúvidas
éramos muito amigas
eles (elas-crença e prática das testemunhas de jeová) fizeram com que nos separássemos

e também há a P. que estudou comigo na escola secundária
casou, com "um homem rico", "não tem de trabalhar",  teve uma filha, pelo menos, engordou e

a vida destas pessoas é tão previsível
e
banal que chega a ser estúpida
autómatos é o que são
aparentemente seguem um caminho com sentido
e o sentido perde-se
só aparentemente vivem
só aparentemente sentem
mas à vista desarmada só
repetem os mesmos actos, iguais aos de ontem, iguais aos de hoje, iguais aos de amanhã,
e são ausentes de vida própria
diria,
infelizes

Sem comentários:

Enviar um comentário

Seguidores

Pictures of Lighthouses

Acerca de mim

desassociada. readmitida. dissociada.